Em São Sebastião , Quadrilhas Juninas Formiga da Roça e Num Só Piscar promove readaptação a Pandemia.

0
40

» Formiga da Roça

O projeto Formiga da Roça, de São Sebastião, se apresentou em um espetáculo no dia 30 de maio, no Teatro Sesc do Gama, e todo o material gravado será distribuído em diversas escolas públicas das comunidades. Em agosto, realizará o “forróterapia” nos centros de idosos e nos Centros de Convivência Infantil (CCIs) de diversas cidades do DF. Também serão realizadas festas particulares em condomínios, onde as pessoas podem festejar de dentro dos seus apartamentos.

Patrese Ricardo Mendes, 36 anos, é um dos idealizadores do Formiga da Roça e conta que passou por um processo de readaptação para suportar a quantidade de deficits ocasionados por conta da pandemia. Para ele, esse momento fez com que o grupo priorizasse comunidades brasilienses. “Nosso grupo é composto por moradores aqui da região e, por percebermos a falta de acesso à cultura, ao esporte e lazer, queremos proporcionar isso para as cidades que mais têm necessidades. Nós fazemos cultura independentemente de classe social, cor e gênero” comenta Ricardo. O idealizador explica que esse formato junino não é o que deseja que continue, mas afirma “com certeza, serviu pra gente se enxergar mais como ser humano e olhar para o próximo, entender quais são as faltas das famílias em situações precárias”.

O coletivo também se apresenta em alguns postos de vacinação da covid-19 para incentivar o público a se imunizar, e estão se preparando para o circuito junino drive-in, que será realizado de agosto para setembro.

» Num Só Piscar

A quadrilha Num Só Piscar está lançando um programa chamado Vida de Quadrilheiro Cultura e Tradição, com bate-papo entre antigos e novos dançarinos sobre o movimento junino, incluindo convidados de outros estados. O formato é on-line, com quatro edições, e a primeira será 22 de junho, às 20h.

Juntos à União Junina Brasiliense (UJB), estão realizando a primeira gincana solidária. O intuito é ajudar famílias e comunidades inseridas no movimento junino que estão passando por dificuldades na pandemia. O encerramento da gincana na noite de São João ocorre, por meio de live, na quinta-feira (24/6), às 20h, pelo instagram da UJB (@uniaojuninabrasiliense).

O integrante do grupo e presidente da UJB, Jozivaldo Silva, 39 anos, conta que mesmo com todas as dificuldades, conseguiu manter a quadrilha ativa trabalhando de forma remota. “Fazemos oficinas de forma alternada, para não gerar aglomeração e assim conseguimos tirar as dúvidas de todos sobre esse novo formato web”, informa. Silva espera, com a gincana, arrecadar cerca de 200 cestas básicas para entregar a famílias carentes.

Em julho, haverá o VI Festival Gonzagão de Quadrilha Junina do DF e Entorno, com
apresentação de quadrilheiros. Serão seis casais mantendo toda a segurança e protocolo necessários. O festival não conta com público presencial e a transmissão será via Instagram e YouTube. A data ainda
não foi informada.

Fonte Correio Brasiliense

 

Total Page Visits: 57 - Today Page Visits: 1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.